Estética do jogo: arte, mecânica e narrativa
Hermes R. Hildebrand, Fabiana M. de Oliveira, Guilherme Cestari, Thiago Mittermayer e Aline Antunes de Souza (org.).

R$ 0,00

Apresentação:

Jogos digitais, como mídia e em suas múltiplas linguagens, podem nos apresentar uma rica diversidade de experiências, além da imersão em uma infinidade de contextos e universos híbridos. As ações e relações promovidas pelos videogames – incluindo reagir, participar, planejar, resolver, criticar, cooperar, compartilhar, assistir, torcer ou comentar, por exemplo – possuem, em primeiro lugar, um fundamento de natureza perceptiva e, em sentido lato, de caráter estético. Games são meios que, em alguma medida, a partir da expressão de possibilidades, existências e propósitos pelos desenvolvedores, organizam e desenvolvem experiências para os jogadores e também para críticos e espectadores, de modo a empoderá-los a descobrirem e expressarem emoções, condutas e hábitos por conta própria. Games mobilizam sentidos e movimentos fisiológicos, projetam-se às nossas percepção e atenção em direção à formação de hábitos individuais e coletivos e também, mais amplamente, à constituição de comunidades, tendências, cenas e culturas gamers.

A Estética, ramo da filosofia que repousa sobre a Fenomenologia, considera seus objetos de estudo a partir da apresentação per se, ou seja, constrói análises focadas nas possibilidades e qualidades mais frescas e espontâneas daquilo que se apresenta à mente. Estudar e fruir games sob prismas estéticos significa então, em primeiro lugar, considerar jogos como origem e finalidade de estados de consciência sofisticados e originais, que crescem e frutificam cada vez mais através de mediações inteligentes e socialmente complexas. Em outras palavras, análises estéticas valorizam a capacidade dos videogames em desenvolver interfaces que nos permitem conceber, compartilhar e explorar mundos exteriores (históricos, ficcionais) e interiores (psicológicos, emocionais, oníricos). Nesse sentido, a abordagem “Estética do jogo” divide-se em três eixos principais de trabalho: Arte, que lida com dimensões expressivas e com possibilidades inerentes às qualidades espontaneamente exibidas pelos jogos; Mecânica, descrevendo e analisando modelos e métodos de interação sensorial e corporal; e Narrativa, explorando como os jogos compõem e medeiam situações e universos perspectivados no espaço-tempo.

Boa leitura, excelentes inquietações e, por favor, escrevam para nós. Estamos ansiosos para conhecer suas perspectivas e opiniões a respeito do material apresentado.

Organizadores: Hermes R. Hildebrand, Fabiana M. de Oliveira, Guilherme Cestari, Thiago Mittermayer e Aline Antunes de Souza

Autores participantes:

Andréa Silva Souza, Andreia Machado Oliveira, Alexandre Braga, Aline Antunes de Souza, Astrid Mühle Moreira Ferreira, Bruno Gottlieb, David de Oliveira Lemes, Eliseu Balduíno, Fabiana Martins de Oliveira, Francisco de Souza Escobar, Guilherme Cestari, Guilherme Sousa Vieira, Gustavo Lima, Hermes Renato Hildebrand, Joceli Irai Sales, Kalinka Lorenci Mallmann, Luís Carlos Petry, Marcelo Prioste, Mario Madureira Fontes, Raissa Gonçalves Caselas, Reinaldo A. O. Ramos, Sérgio Roclaw Basbaum, Silvia Trentin Gomes, Stephanny Sato Del Pin, Thiago De Ataide, Thiago Mittermayer, e Zuleica Camargo.

Categoria:

Descrição

Formato: EPUB 2.0 e/ou eBook Kindle (.mobi)
Tamanho do arquivo: 7,7 mB
Idioma: Português
Número de páginas: 162 páginas
Número ISBN: 978-85-54863-11-1
Editora: C0D3S
Lançamento: 20 de dezembro de 2019

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.